Comissários de bordo na aviação executiva: quando é necessária a presença de mais de um tripulante?